Bom dia, hoje é Domingo, 19 de Setembro de 2021. Clique Aqui para login.
Indicator_red
Portugal obtém equivalente a Medalha de Ouro nas Olimpíadas Internacionais de Ciências da Terra.

(Clicar na imagem para visualizar o CLIP do projeto NTFI da equipa portuguesa que foi distinguido com a menção de EXCELENTE)

Portugal com desempenho de excelência na 14.ª edição das IESO (International Earth Science Olympiad), este ano em versão digital (on-line). Os quatro estudantes que constituíram a equipa portuguesa tiveram um brilhante desempenho, tendo sido distinguidos, nas diferentes provas em que representaram Portugal, com diplomas de EXCELENTE, MUITO BOM e BOM, menções correspondentes, respetivamente, às medalhas de ouro, prata e bronze, atribuídas, habitualmente, nas edições presenciais.

Os resultados obtidos compreendem:

- uma menção de EXCELENTE, para os quatro estudantes portugueses, no trabalho de grupo realizado no âmbito da prova NTFI (National Team Field Investigation);

- duas menções de MUITO BOM (João Nuno Coelho, AE Condeixa-a-Nova e João Pedro Faria, colégio Rainha Santa Isabel, Coimbra) e uma outra de BOM (Luís Pedro Macedo, colégio Rainha Santa Isabel, Coimbra), na prova individual DMT (Data Mining Test), equivalente aos habituais testes teórico-práticos;

- e uma menção de MUITO BOM, na prova de grupo multinacional ESP (Earth Systems Project), para a estudante Inês Oliveira (AE D. Afonso Henriques, Vila das Aves), a vencedora do concurso nacional deste ano – a 7.ª edição das Olimpíadas Portuguesas de Geologia.

Dentro de 24 horas será colocada a versão integral (em inglês), que teve de sofrer algumas pequenas alterações relacionadas com o contexto de competição onde foi apresentado. Também será efectuada versão legendada em português

Introduzido por: WebMaster em 2021-09-02 16:09:58

"A Mina em que Vivemos" - Livro editado pela Sociedade Geológica de Portugal.

O livro "A Mina em que Vivemos", da autoria de Sofia Pereira (texto) e Alexandra Couto (ilustrações), foi lançado no passado mês de Novembro, no âmbito do evento "A (in)sustentabilidade dos Recursos Minerais", dinamizado pela SGP e realizada no, e com o Centro Ciência Viva do Lousal.

Numa altura em que a Geologia sofre o ónus de se ver associada sobretudo aos aspectos negativos da exploração mineira e dos hidrocarbonetos, este livro ? escrito e revisto cientificamente por especialistas, por geólogos ? constitui fonte de informação e de formação para estudantes do ensino pré-universitário, bem como precioso auxiliar pedagógico para professores. É ainda um excelente texto de divulgação científica para o público em geral, facilmente "capturado" pela maciça desinformação que grassa em toda a Sociedade sobre a (necessidade de) exploração sustentada de recursos minerais essenciais para se garantir uma digna qualidade de vida.  Há pouco interesse em saber de onde vêm os materiais que a possibilitam... e se eles vierem de longe, onde nenhuma garantia existe da exploração estar a ser feita da melhor forma, "tanto melhor".

Se é certo que nas sociedades desenvolvidas atingimos um pico de consumo, havendo a necessidade de informar a população para a necessidade de se consumir menos e de forma mais sustentável, é igualmente verdade que existe uma outra face do mundo necessitada de acesso a um sem número de tecnologias que garantam uma qualidade de vida igualitária. Posto isto, a necessidade de explorar recursos minerais continuará a existir, pois, por cada cidadão que freie o seu consumo, haverá vários para quem é urgente o acesso à saúde, à educação, à segurança e à dignidade e todos estes direitos assentam em bens e tecnologias que nascem da exploração mineira e dela dependem. 

Estas palavras cruas, que assumo enquanto Presidente da Direcção da SGP, normalmente incomodam quem pretende embarcar em populismos, quem depende de clientes desinformados, mas aguerridos e barulhentos, prosperando com a polémica não sustentada cientificamente que, todavia, atrai audiências. 

O livro "A Mina em que Vivemos" é informativo e formativo, com uma escrita clara, acessível a todos, fundamentada cientificamente por quem é competente para o fazer. E está magnificamente ilustrado, o que permitirá que os seus conteúdos sejam facilmente compreendidos e transmitidos, por exemplo, em contexto pedagógico. 

A Sociedade Geológica de Portugal está, pois, orgulhosa desta sua edição e agradece e felicita todos os intervenientes, particularmente a Sofia Pereira e a Alexandra Couto. Paralelamente, porque nunca é tarde para o fazer, aproveita para expressar o seu reconhecimento a todos os colegas que, de forma mais visível ou com um trabalho mais "resguardado", contribuíram para o enorme sucesso do lançamento desta obra, assim como do evento acima mencionado, de uma forma mais abrangente.

Pela Direcção da SGP, o Presidente

José Carlos Kullberg

Mais informações e possibilidade de descarregar conteúdos se carregar em baixo em "Ver Detalhe" ... e uma surpresa!

Introduzido por: WebMaster em 2020-02-18 23:02:07

Apoios e Parcerias
Logo_fct_mctes_vertical     Logo_aegs
Iageth_logo Inqua-logo2
Logo